Estatística

12 de mar de 2011

YOGA BRAZIL--- EINSTEIN

                                                           
                                                       Albert Einstein

11 de mar de 2011

YOGA BRAZIL--- TRIBUTO AO TEMPO--- DALAI LAMA


                                                             Tributo ao tempo

10 de mar de 2011

YOGA BRAZIL--- VIVER COMO AS FLORES

  1. Em um antigo mosteiro budista, um jovem monge questiona o mestre ...
  2. Mestre, como faço para não me aborrecer? Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes.
  3. Algumas são indiferentes. Sinto ódio das que são mentirosas. Sofro com as que caluniam.
  4. - Pois viva como as flores! - advertiu o mestre. - Como é viver como as flores? - perguntou o discípulo.
  5. Repare nas flores, continuou o mestre, apontando os lírios que cresciam no jardim.
  6. Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas.
  7. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável... ...mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas. 
  8. É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem.
  9. Os defeitos deles são deles e não seus.  Se não são seus,  não há razão para aborrecimento.
  10. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora.   Isso é viver como as flores.

9 de mar de 2011

YOGA BRAZIL--- BORBOLETAS!!!


                                                                   Borboletas!!!

6 de mar de 2011

YOGA BRAZIL--- VIVA O CARNAVAL --- É HOJE!!!!




A minha alegria atravessou o mar
E ancorou na passarela
Fez um desembarque fascinante
No maior show da terra
Será que eu serei o dono dessa festa
Um rei
No meio de uma gente tão modesta
Eu vim descendo a serra
Cheio de euforia para desfilar
O mundo inteiro espera
Hoje é dia do riso chorar
Levei o meu samba pra mãe de santo rezar
BIS Contra o mal olhado eu carrego meu patuá
Eu levei !
Acredito
Acredito ser o mais valente, nessa luta do rochedo com o mar
E com o ar!
É hoje o dia da alegria
E a tristeza, nem pode pensar em chegar
Diga espelho meu!
Diga espelho meu
Se há na avenida alguém mais feliz que eu
Diga espelho meu
Se há na avenida alguém mais feliz que eu