Estatística

6 de mai de 2011

YOGA BRAZIL --- POESIAS


 

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
Apesar de todos os desafios,
Incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas
E se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si,
Mas ser capaz de encontrar um oásis
No recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “não”.
É ter segurança para receber uma crítica,
Mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou
Construir um castelo ...
                                                            Namastê!

4 de mai de 2011

YOGA BRAZIL --- RETRATO DE MÃE


"Uma mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de
Deus, e muito de anjo pela incansável solicitude dos cuidados seus;
uma mulher que, ainda jovem, tem a tranqüila sabedoria de uma anciã e,
na velhice, o admirável vigor da juventude;
se de pouca instrução, desvenda com intuição inexplicável
os segredos da vida e, se muito instruída age
com a simplicidade de menina;
uma mulher que sendo pobre,
tem como recompensa a felicidade dos que ama, e quando rica, todos os
seus tesouros daria para não sofrer no coração a dor da ingratidão;
sendo frágil, consegue reagir com a bravura de um leão;
uma mulher que, enquanto viva, não lhe damos o devido valor,
porque ao seu lado todas as dores são esquecidas; entretanto
quando morta, daríamos tudo o que somos e tudo o que temos para vê-la de
novo ao menos por um só momento, receber dela um só abraço,
e ouvir de seus lábios uma só palavra.
Dessa mulher não me exijas o nome, se não quiseres
que turve de lágrimas esta lembrança,
porque... já a vi passar em meu caminho.
Quando teus filhos já estiverem crescidos, lê para eles estas palavras.
E, enquanto eles cobrem a tua face de beijos, conta-lhes que um humilde
peregrino, em paga da hospedagem recebida, deixou aqui para todos o
esboço do retrato de sua própria mãe."

3 de mai de 2011

YOGA BRAZIL --- SENTIMENTOS

Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.
O mesmo sentimento que antes me trazia alegria é o mesmo que hoje me faz chorar...

2 de mai de 2011

YOGA BRAZIL --- BRAHMS



 
 A Sinfonia n º 3 em Fá Maior, op. 90 é uma sinfonia escrita por Johannes Brahms . A obra foi escrita no verão de 1883 em Wiesbaden . Uma de suas maiores obras-primas.
                                                                                   Namastê!

1 de mai de 2011

YOGA BRAZIL --- VIVER YOGA


Yoga:
Desenvolvido na Índia, há 5000 anos, o yoga é uma disciplina que envolve a mente e o corpo, unindo trabalho físico, mental e espiritual. Apesar do yoga estar ligado às tradições hindu, não descrimina raça, religião ou qualquer outra categoria

A palavra Yoga deriva da raiz sânscrita  “yuj”, que singnifica “jungir”, “atar”, “reunir”, “religar”, “dirigir e concentrar atenção sobre”, “usar e aplicar”, “união”, “comunhão”. Uma atitude da consciência que permite encarar a vida em todos os seus aspectos com equilíbrio.
O yoga é também descrito como a sabedoria na ação ou a arte de viver com harmonia e moderação em meio às atividades. É estar em qualquer lugar, mas presente no que se está fazendo. É um estado constante de auto-observação, integração e união com tudo que o rodeia e consigo mesmo. É sentir-se parte integrante da vida, da natureza, do universo. Na prática do Yoga, se insiste em uma boa integração do corpo, emoções, mente e espírito.
Mantra:

Os mantras são orações sagradas que vêm do Tibet, Índia, China e Japão. Eles foram registrados por sábios através de inspirações divinas; são as canções religiosas, compostas por pessoas em estado de consciência comum.
Esses sábios teriam entoado cada um dos mantras que, hoje, estão impregnados por suas vibrações. Os mantras são carregados de poder divino. A vibração cósmica permeia as orações. Outra característica básica é a entonação que uma pessoa dá ao vibrar um mantra. Há quem goste de associá-lo a uma melodia. Outros preferem apenas recitá-lo. Dependendo da preferência e dos locais onde se encontra cada um, pode-se repetir mentalmente, em voz baixa ou mais alta.